CONSEP - Central das ONG´s, Serviços e Entidades Populares de MG


Minas Gerais, 23/10/2021, Sábado

Ir para o site da Belo Horizonte Terraplenagem e Demolições

 Portal | Fale Conosco | Voz do Povo | Receber Notícias | Anuncie Aqui | Segurança On-line | Veículos Furtados  
Leis e Códigos Completos | Programas Sociais | Dicas de Segurança | Serviços e Links |

CONSEP - Central das ONG´s, Serviços e Entidades Populares de MG

 
 Autoridades Públicas

 Batalhões da PMMG

 Companhias da PMMG

 CONSEP - Cadastro

 CONSEP - Estatuto

 CONSEP - O que é ?

 CONSEP - Objetivos

 CONSEP - Quem faz parte

 Delegacias da Polícia Civil

 Denúncias Anônimas

 Deputados Estaduais

 Dicas de Segurança

 Legislação

 Órgãos Públicos

 Ouvidoria de Policia do Estado de Minas Gerais

 Utilidades e Campanhas Públicas

 Vereadores de Belo Horizonte


 
Lista Fique Sabendo

 Lista Ações Para Melhorias

 Lista Boas Ideias

 Lista por Dentro das Leis


Ir para o site da Agência Brasil - Notícias do Governo Federal

Ver as últimas notícias do Governo Federal

Resultados das Loterias Federais - Em Aúdio - Ligue seu som



Opine ! Vote !
Nenhum dado pessoal seu será gravado
.

Você sabe da importância estratégica do CONSEP no seu bairro ou cidade?
Sei da importância, como funciona o CONSEP, já participei de reuniões dele.
Já ouvi falar sobre CONSEP, mas não sei bem o que é, nem o que faz ou pode fazer por nós.
Não sei o que é, nem o que possa fazer, nunca ouvi falar de sua existência.
Gostaria de saber o CONSEP pode realizar por nós, saber o que é, talvez até participar dele.
Não sei o que é o CONSEP, o que faz, acho que falta maior divulgação sobre isto.


Você acha que a Comunidade pode ajudar a resolver os problemas de Segurança Pública?

Não acredito.
Não, mas poderia vir a ajudar.
Sim, desde que houvesse uma maior divulgação.
Sim, desde que a comunidade também tivesse parte ativa nas decisões.
Sim, sem o apoio da comunidade nenhum problema social vai ser resolvido.


 

 

::Notícias Fique Sabendo::

O custo da violência no Brasil correspondente a 10,5% do PIB

O custo da violência no Brasil correspondente a 10,5% do PIB (Produto Interno Bruto) anualmente, segundo um relatório da Organização Mundial da Saúde (OMS).
O trabalho também indica que apenas os gastos com problemas de saúde relacionados à violência chegam a 1,9% do PIB.
Os números estão no relatório divulgado nesta quarta-feira pela entidade em Viena, na abertura da Sétima Conferência Mundial para a Promoção de Segurança e Prevenção de Violência.
Os números relativos ao Brasil foram baseados no PIB de 1997 e, segundo Alexander Butchart, coordenador da área de Prevenção à Violência da OMS, fazem parte de um esforço para reunir em um único documento dados comparativos do custo da violência no mundo.
“O objetivo foi colocar juntos os dados que conhecemos sobre o assunto”, disse Butchart.
Segundo ele, o custo total da violência no Brasil calculado pela OMS inclui gastos que vão de segurança privada até ausências no trabalho.
As taxas mais altas de gastos com a violência nos países latino-americanos estudados estão na Colômbia e em El Salvador (ambos com custos que chegam a 24% do PIB).
Mortes
De acordo com o estudo, em todo o mundo, 1,6 milhão de pessoas morrem a cada ano em conseqüência da violência.
O documento afirma ainda que a violência é a principal causa da morte de pessoas com idades entre 15 anos e 44 anos.
Além disso, enquanto a maioria dos homens vítimas de homicídio é morta por desconhecidos, mais da metade das mulheres são assassinadas por seus parceiros.
O estudo diz ainda que cerca de 20% das mulheres e até 10% dos homens sofreram abusos sexuais na infância.
Só o problema do abuso infantil custa aos Estados Unidos, anualmente, US$ 94 bilhões, ou 1% do PIB do país.
A OMS chama a atenção para o fato de a violência obrigar os países a gastarem bilhões de dólares que poderiam estar sendo aplicados em projetos sociais, como educação e moradia.
"Além das tragédias pessoais associadas à violência, suas conseqüências são extremamente dispendiosas para a sociedade, devido ao desvio de custos para os cuidados com as vítimas e as ações judiciais contra os criminosos", disse Catherine Le Galès-Camus, diretora-geral assistente da OMS.
Segundo ela, países em desenvolvimento são os que mais sofrem com a desinformação sobre os custos diretos da violência.
"O maior desafio dos próximos anos será fortalecer e apoiar pesquisas de custos nesses países, além de transformar as descobertas em políticas que possam reforçar a prevenção", afirmou Le Galès-Camus.
Fonte : BBC Brasil

Acesse a lista de notícias clique aqui

CONSEP - Central das ONG´s, Serviços e Entidades Populares de MG

O Portal CONSEP não envia spams ou mensagens  não solicitadas. Se você receber alguma mensagem usando o nosso domínio, sem que tenha entrado em contato conosco, delete-a imediatamente, pois não fomos nós quem enviamos.
Copyright - CONSEP - Central das ONG´s, Serviços e Entidades Populares de MG
Portal   |   Home   |   Fale Conosco   |   Webmaster